numero um

Se você parar para pensar HOJE (21 de março de 2020), na tua idade cronológica, O Primeiro Dia da tua vida está longe de se imaginar… agora, se um recomeço aparece na tua Vida, esse Primeiro Dia se multiplica!

Explicarei como: você, de repente, consegue um novo trabalho, um novo Amor, uma nova família… está aí o recomeço constante do movimentar de seu Músculo Supremo. Esse marco, confortavelmente posso afirmar que será, também, o teu Primeiro Dia.

Como estou a falar de recomeço, lembremos o que está ocorrendo mundialmente neste momento: Pânico, flutuação mental… quase uma anarquia. Agora imagine esse mesmo momento multiplicado por semanas, meses… não esperamos o inevitável! Não estamos preparados para tal.

A Morte sim, estamos solidificando pensamentos dia a dia para que ela aconteça de uma maneira que não derrube um ou mais seres que rodeiam a pessoa querida. Porém, antes desse colapso acontecer, mundos e fundos são movidos a fim de amenizar ou evitar tal instante.

Comentei em outra crônica sobre Dor… A Dor física, a qual conhecemos, a Dor espiritual, a qual presenciamos…, mas a Dor transcendental… essa ninguém espera suprimir.

O Primeiro Dia, nesse exato momento em que traço, aconteceu com esta pessoa que vos escreve há pouco mais de NOVENTA (90) dias… uma renovação realmente física, espiritual e ascendente! É um desejo pessoal que aconteça a você neste momento que está a pensar no EVITÁVEL, na Esperança, na igualdade em comum… no nivelar da situação!

Aonde quero chegar nessa linha de pensamento (e não de raciocínio, pois certas emoções não podem ser racionalizadas!), é que o BOM pensamento lhe trará bons acontecimentos, excelentes vibrações, Justas e Perfeitas situações! Nunca pense que não darias conta, ou que o Sol não irias brilhar para VOCÊ! Ele ascende todos os dias, sem pressão, sem culpa, sem descabimento. É uma energia inevitável, e que pela qual estamos ainda engatinhando para tal… preencha o teu Templo interior (e EXTERIOR) com Amor!

Sendo assim, imagine hoje sendo o teu Primeiro Dia. Anime-se! Acostume-se… Envolva-se! E, se não conseguir absorver tamanha energia transcendental? Vai Saber…

Vai Saber é uma obra de Guilherme Oliveira Magalhães. A crônica descrita pode ser copiada desde que citado o autor e, portanto, contatando-o através do email magalhaes.guioliveira@gmail.com

• Crônica escrita em 21 de março de 2020